Estudos

Responda essa pergunta. Qual o dia de descanso, sábado ou domingo?

QUANDO SURGIU O DOMINGO?

Em 7 de março de 321, Constantino Primeiro, o Grande, decreta que o domingo seria observado como dia repouso civil obrigatório:

"Que no venerável dia do sol os magistrados e as pessoas residentes nas cidades descansem, e que todas as oficinas, estejam fechadas, No campo ainda assim que as pessoas ocupadas na agricultura possam livremente continuar seus afazeres pois pode acontecer que qualquer outro dia não seja apto para a plantação de vinhas ou de sementes..."4

Em 325 d.C. as orientações decididas no Primeiro Concílio de Niceia, estabelecem universalmente o primeiro dia da semana como dia sagrado, o nome do primeiro dia da semana foi modificado de Prima Feria para Dies Domenica. Decisão mantida pela maioria das denominações cristãs até a atualidade.

A designação teve repercussões geográficas quase dez séculos mais tarde: Cristóvão Colombo, ao chegar pela primeira vez ao Caribe, a 3 de novembro de 1493, mais precisamente à ilha hoje compartilhada pelo Haiti e pela República Dominicana, chamou-a Dominica, por ser um dia de domingo, segundo o calendário juliano então em vigor.

QUANDO SURGIU O SÁBADO?

O sábado, por fundamentação bíblica e etimológica, é considerado o último1 ,2 dia da semana, seguindo a sexta-feira e precedendo o domingo, é um dia de oração e de descanso para judeus e cristãos sabatistas.

No judaísmo o sábado (שַׁבָּת, pronunciado "Shabat") significa "descanso," "cessação," ou "interrupção" e é o sétimo dia da semana dedicado à oração e ao descanso, relembrando o sétimo dia original da semana no qual Deus descansou após os seis dias de Criação do universo (Gênesis 2:1-3), que culminou com a criação do homem e depois disto do dia de sabado que também santificou, tendo prescrito sua guarda no quarto mandamento da Lei de Deus, como relatado em Êxodo 20. Os judeus consideram proibidas certas atividades neste dia. Na segunda metade do século XIX grupos restauracionistassabatistas (Adventistas) surgidos nos EUA provocaram divergências nos meios cristãos quanto a questão da observância do sábado ou o domingo como dia de descanso,quando influenciados pelos Batistas do Sétimo Dia, começaram a também guardar o dia de sabado. O sétimo dia honraria a Deus como Criador e como Redentor, por ter Jesus nele cumprido também Sua obra de expiação na cruz. A maioria do mundo cristão, no entanto, realiza reuniões no domingo por ser o dia em que Cristo ressuscitou dentre os mortos, embora não exista base bíblica para a guarda do Domingo. Outros discutam que a igreja primitiva, formada por judeus gentios , sempre adorou no sétimo dia, ainda que realizasse reuniões em outros dias como o domingo, ou separasse donativos aos "santos" em necessidade no primeiro dia de trabalho, atual domingo. Paulo recolheria as ofertas quando chegasse dos campos missionários. Não há, no entanto, indicação de que havia sempre culto nesse dia para tal fim, mas cre-se que o dinheiro era separado em casa.

Os primeiros cristãos, iam ao templo e guardavam o sábado.As passagens do livro de Atos dos Apóstolos são claras quanto a guarda do sábado pela Igreja primitiva,segundo consta os seguintes textos: Atos 13;14,42,44. Atos 16:13 Atos 17:02, Atos 18;04. Ou seja, descansar no sábado e observá-lo como mandamento era um costume comum na Igreja Cristã primitiva.

No Concílio de Jerusalém foram discutidas se certas práticas judaicas deveriam ser impostas também aos gentios. O Concílio de Jerusalém definiu que os gentios que aderissem 'a Igreja deveriam se afastar da idolatria, das relações sexuais ilícitas e do consumo de sangue e carnes sufocadas. Entendendo-se que a observância da Lei dos 10 mandamentoscontinuou a ser praticada, em virtude do próprio Jesus haver afirmado não ter vindo abolir a lei e sim cumprí-la e "até' que o céu e a terra passem, não cairá uma  virgula ou til da lei;" tal ensinamento também é confirmado por Paulo em sua epístola aos Romanos afirmando: "Anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a lei." (Romanos 3:31). Portanto, como os 10 mandamentos da lei de Deus continuam em pleno vigor, é fácil dar-se conta que a observância do sábado também continua, haja vista este mandamento não tratar-se de nenhum costume ou cerimônia e sim um memorial da criação, e reconhecimento de Deus como único soberano e Criador do universo, sendo este dia um dia de deleite a adoração dAquele que nos amou primeiro. Como falado pelo profeta Isaías a todos os homens: "Bem-aventurado o homem que fizer isto, e o filho do homem que lançar mão disto; que se guarda de profanar o sábado, e guarda a sua mão de fazer algum mal." (Isaías 56:2).

Entretanto, a maioria da cristandade crê que o sábado era uma comemoração cerimonial, haja visto Paulo ter dito, em sua Epístola aos Colossenses: "Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados [Sabbaton, que significa sete dias ou sétimo dia], porque tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo." Entretanto aqui o apostolo se refere a sábados cerimoniais, do contrario não se escreveria sábado no plural, tendo em mente que dias de festas eram cada um deles um sábado (Levíticos 23:37;38). Quanto à palavra sábado, que no original grego esta' realmente no singular (sabbaton), Paulo não esta' aqui contradizendo o que afirmou em Romanos. Se a lei e' estabelecida pela fé, não poderia este anular um mandamento num simples verso na carta aos Colossenses.

Sob a influencia do paganismo e talvez para se diferenciarem dos judeus, alguns cristãos diminuíram a importância do sábado como data de celebração do culto. Mas isto so' foi acontecer ao menos um século mais tarde da existência do cristianismo como ramo do judaísmo, como pode se perceber em vários trechos dos primeiros presbíteros:

Justino Martir (100 - 165 d.C.): Reunimo-nos todos no dia do Sol [o primeiro dia da semana era denominado de dia de Sol no Império Romano até o século IV], não só porque foi o primeiro dia em que Deus, transformando as trevas e a matéria, criou o mundo, mas também porque neste mesmo dia Jesus Cristo, nosso Salvador, ressuscitou dos mortos. Crucificaram-no na véspera do dia de Saturno; e no dia seguinte a este, ou seja, no dia do Sol, aparecendo aos seus apóstolos e discípulos, ensinou-lhes tudo o que também nós vos propusemos como digno de consideração. (Justino I – Apologia Cap. 66-67 : PG 6,427 - 431)

Inácio de Antioquia: Aqueles que viviam na antiga ordem de coisas chegaram à nova esperança, e não observam mais o sábado, mas o dia do Senhor, em que a nossa vida se levantou por meio dele e da sua morte. Alguns negam isso, mas é por meio desse mistério que recebemos a fé e no qual perseveramos para ser discípulos de Jesus Cristo, nosso único Mestre. (Inácio de Antioquia. Carta aos Filadelfos IV)

Assim, paulatinamente, a pratica da guarda do sabado do setimo dia foi sendo abandonada, mas a igreja etiope jamais o abandonou (embora hoje coptas etiopes celebrem cultos no sabado e no domingo), tendo guerreado contra invasores no seu pais como os prelados catolico-romanos que chegaram com os portugueses e ficaram abismados ao notarem que havia cristaos na Africa! Os Valdenses foram alguns dos outros grupos perseguidos pelo romanismo no Piedmonte, na Italia por sua insistencia em manter uma fe' livre de idolatria, centrada na justificacao pela fe' no sacrificios de Cristo e na fiel guarda dosabado. Cre-se que "santos" como Columba e Patricio dos Irlandeses também eram fieis guardadores do sabado e trouxeram consigo a pratica 'as ilhas britanicas, donde surgiram mais tarde os Batistas doSetimo Dia.

Em 7 de março de 321 A.D, o Imperador Constantino confirmou essa nova "Tradição Apostólica" oficializando o Domingo como dia de descanso ao proibir o trabalho no "veneravel dia do sol," com excecao do trabalho rural.

Na Igreja Ortodoxa o Sábado é comemorado o dia da Christotokos (Mãe de Cristo) e de Todos os Santos. O sábado é também um dia geral de oração pelos mortos. Jejuns foram várias vezes impostos pela Igreja Romana e várias lendas foram criadas quanto ao trabalho no domingo. Alguém que lavava roupa no domingo, por exemplo, teria visto a água se transformar em sangue por estar transgredindo um dia santo, desonrando o sangue do Cristo ressuscitado! Tais tentativas se destinavam a fazer com que o povo abandonasse qualquer adesao ao sabatismo do antigo testamento e aderisse ao do "novo."

O número de guardadores cristãos do sábado no mundo deve superar a casa dos 20 milhões, já que o maior grupo deles tem por volta de 17 milhões de membros, representados pela Igreja Adventista do Sétimo Dia. O mais antigo grupo sabatista ainda em existência e a Igreja Batista do Sétimo Dia, embora alguns disputem esta asserção. Ha vários grupos e/ou ramificações da Igreja de Deus do Sétimo Dia que continuam na pratica, mas alguns que se separaram da igreja, abandonaram a ideia de ser necessário especificar-se um dia como sagrado e deixaram a discreção da comunidade local escolher o melhor dia de culto. Igrejas independentes, 'às vezes, passam a guardar o quarto mandamento e a aderir 'a dieta de Levítico 11 também, não comendo certos tipos de animais por motivo de ênfase em hábitos saudáveis.

Alguns grupos sabatistas creem que, por causa de leis dominicais que começarão nos Estados Unidos, de acordo com sua interpretação das profecias de Apocalipse e do livro de Daniel, guardadores dos sábado serão perseguidos por uma aliança entre protestantes apostatados, o Catolicismo Romano, governos e o espiritismo moderno. Satanás faria assim guerra aos remanescentes da mulher (a Igreja espiritual e verdadeira), "os que guardam os mandamentos de Deus e tem a fé de Jesus." O desfecho seria o Armagedom que culminaria com a Volta de Cristo e o Juízo Final.

O que você acha disso? Baseado nas informações acima, envie-nos sua resposta no formulário abaixo que será publicado em nosso site.

Cláudia Márcia
Líder do Ministério Brit

© Copyright - Todos os Direitos Reservados a Cláudia Márcia - Ministério Brit.
Para cópia dos textos somente com autorização prévia da autor.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar